Primeiro Imóvel: como perder o medo de comprar um?

A compra do primeiro imóvel é uma decisão que assusta muita gente. São tantas informações que parece impossível manter o controle de tudo, além do alto comprometimento financeiro. No entanto, esse processo só é assustador quando não sabemos muito sobre ele. 

A melhor forma de perder o medo de investir em um imóvel próprio é conhecendo um pouco mais sobre o processo de compra. Pensando nisso, separamos algumas dicas que vão ajudar a diminuir o receio de adquirir seu sonho.  Continue conosco para conferir!


Faça um planejamento financeiro

Para comprar o primeiro imóvel, é preciso planejar-se. Analise sua situação financeira e tenha conhecimento de onde gasta seu próprio dinheiro. Tenha uma planilha de gastos para entender suas despesas e começar a evitar gastos supérfluos.  

Organize seus gastos fixos mensais e inclua também os variáveis. É importante anotar tudo para perceber se há exageros e como retirá-los nos próximos meses. 


Comprar X alugar

Ao comprar o primeiro imóvel, o proprietário investe no bem-estar e segurança da família, livrando-se de preocupações como imobiliária, fiadores, permissão do locatário para mudanças e reparos.

Imóveis de aluguel com valores baixos podem parecer uma grande vantagem, já que não é sempre que se tem o dinheiro para a compra e uma casa. No entanto, é possível adquirir algumas alternativas de financiamento e garantir um bem patrimonial para sua família, vantagem inexistente ao morar em aluguel. 
 


Financiamento do primeiro imóvel

A possibilidade de quitar o valor do primeiro imóvel à vista nem sempre existe. Para estes casos, o financiamento é a melhor alternativa. Faça um planejamento financeiro e decida qual o valor você poderá dar de entrada. Estude seu orçamento e saiba qual o parcelamento cabe em seu bolso, assim como o prazo ideal para quitar um financiamento, e qual categoria será melhor para você. 

 

Financiamento em instituições bancárias

A modalidade mais adotada pelos brasileiros para realizar a compra do primeiro imóvel é o financiamento, pois resolve problemas de urgência e falta de recursos para saldar o valor de forma imediata.

Mesmo que exija um comprometimento a longo prazo e pagamento de taxas e juros, o financiamento continua sendo uma excelente opção. Instituições bancárias permitem a realização de parcelamentos em prazos longos, de até 35 anos.

 

Financiamento em incorporadoras

Outra maneira que pode tornar a compra do primeiro imóvel realidade, é tentar financiá-lo diretamente com as incorporadoras imobiliárias. Suas etapas são semelhantes aos processos das instituições bancárias, entretanto, a correção de juros é diferente, além da burocracia ser menor e a análise de crédito mais flexível. 

 

Consórcio

O consórcio pode ser uma opção vantajosa se você não tiver pressa de entrar no imóvel. As parcelas são fixas e não há juros nem análise de crédito. Mesmo que o prazo do consórcio possa durar de 10 a 15 anos, sorteios e leilões são realizados mensalmente. As chances de ser contemplado no início são as mesmas de ser sorteado depois de alguns anos. 


Utilizando o FGTS

Para aqueles que já tiveram carteira assinada, é possível tentar utilizar o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) na compra do imóvel. Se o comprador for aprovado frentes às regras necessárias, pode usar o valor para quitar parte dos custos. Basta procurar uma agência da Caixa Econômica Federal e consultar se está conforme os termos de operação. 
 


Primeiro imóvel com Minha Casa Minha Vida

O programa atua em parcerias com instituições públicas e privadas, trabalhando desde a construção até a entrega de residências, tudo por meio de financiamento subsidiado.  Seu objetivo é facilitar a aquisição do imóvel próprio, com taxas de juros e parcelamentos abaixo do oferecido no mercado.

Atualmente o programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) passa por mudanças. O governo federal pretende substituí-lo por um novo projeto habitacional. Essa nova proposta considera critérios e subdivisões de acordo com a renda familiar, repartindo o programa em famílias de baixíssima renda, e média renda.

Por esse motivo, as novas habitações financiadas pelo MCMV estão paralisadas. Além disso, o projeto de privatização da Caixa poderá prejudicar o serviço prestado à população. Tais mudanças no programa podem aumentar a burocracia, colocando em risco as políticas de mobilidade.

Com as incertezas da mudança proposta pelo governo, a melhor alternativa é adquirir o primeiro imóvel por financiamento antes mesmo que essa mudança aconteça. Garantindo estabilidade e segurança em empreendimentos já realizados. 

Você pôde conferir algumas dicas importantes para comprar seu primeiro imóvel sem medo. Basta conhecer um pouco mais sobre o assunto para sentir-se preparado para tomar essa decisão. Em caso de dúvidas, você pode sempre contar com a ajuda de uma empresa qualificada.

Gostou deste post? Então, veja também se este é o melhor momento para comprar imóvel!

O QUE VOCÊ ESTÁ ESPERANDO? FALE AGORA
COM UM CONSULTOR E SAIBA COMO FINANCIAR!

CERTIFICADOS DE QUALIDADE QUE A URBEN CONQUISTOU AO LONGO DOS ANOS:

Copyright ® Urben. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por DGBZ