Você sabe quais são os custos para comprar um apartamento?

Realizar o sonho do imóvel próprio pode ser um desafio, principalmente para aqueles que se concentram somente no valor da compra. Muitas vezes, os custos para comprar um apartamento não são calculados corretamente, deixando de lado valores de fundamentais como taxas, impostos, e outras questões que são envolvidas na negociação. 

Ter uma boa organização financeira é essencial para não ser pego de surpresa ou acabar se endividando na hora da compra. Para que você não tenha essa preocupação, vamos apresentar nesse conteúdo os principais custos para comprar um apartamento, que devem ser desembolsados na transação. Continue a leitura para conferir!

 

Custos para comprar um apartamento

Se você está buscando financiamentos para a compra de seu novo apartamento, esse é o momento certo para saber que existem gastos que vão muito além do valor da entrada e parcelas do imóvel. Os custos para comprar um apartamento envolvem despesas com documentação, impostos e mudanças. Por isso, fique atento para conhecê-los, a seguir.
 

Imposto de Transmissão de Bens Imóveis - ITBI

O ITBI é um dos principais custos para comprar um apartamento. Essa taxa sempre é cobrada pela prefeitura quando alguém resolve fazer a compra de um imóvel. Seu custo é de, em média, 2% do valor do imóvel, podendo variar.

O cálculo do ITBI é feito a partir de 2 valores para um mesmo imóvel: o valor venal (preço de mercado) e o valor da transição (preço pago). Assim, um imóvel anunciado por R$155 mil reais, sendo este o valor venal, e vendido a R$150 mil reais, valor de transição, terá seu ITBI cobrado por esse último valor na maior parte das vezes, sendo o valor de R$ 3 mil reais (2% do valor).
 

Escritura pública

A escritura pública é um documento que tem seu valor cobrado apenas para quem vai realizar a compra do novo imóvel à vista. Durante o financiamento, o contrato realizado com a agência bancária já servirá como escritura para o comprador. Os valores desse documento também variam entre cidade e estado, de acordo com o preço do imóvel.
 

Registro do imóvel

O registro do imóvel é um dos mais importantes custos para comprar um apartamento. Emitido por Cartório de Registro de Imóveis, esse documento comprova por lei quem é o verdadeiro proprietário da casa ou apartamento. Seu valor está relacionado a soma de várias taxas, que podem também variar de um estado para outro, além de considerar o preço pago pelo novo apartamento. 
 

Índice Nacional de Custo de Construção - INCC 

O Índice Nacional de Custo de Construção é, como o próprio nome diz, um índice responsável por medir a variação dos custos envolvidos na construção habitacional, e está entre os custos para comprar um apartamento na planta

Para que esse índice seja calculado, são apurados os valores de materiais, equipamentos, serviço e mão de obra. Dentro desses valores, os custos materiais são divididos entre estruturais, instalações e acabamento.
 

Certidões

Ainda que não seja obrigatório, é costume que os seguintes documentos sejam apresentados como forma de garantia a inexistência de apontamentos. Assim, outras certidões que deverão ser adquiridas, e levam um custo ao comprador, são:

  • certidão de propriedade com negativa de alienação e ônus, emitida em Cartório de Registro de Imóveis;
  • cópia do título aquisitivo;
  • certidões negativas de cartórios de protestos, de até 5 anos anteriores;
  • certidões negativas de distribuidores forenses das Justiças Federal e Estadual, além de Executivos Fiscais municipais e estaduais de até 10 anos;
  • certidões de objeto de eventual execuções, ações ou protestes de documentos relacionados anteriormente;
  • certidão de distribuições da Justiça do Trabalho;
  • certidão negativa da Prefeitura, indicando pagamento de impostos;
  • comprovante de pagamento das últimas faturas de água, gás e energia;
  • cópia autenticada do RG, CPF, certidão de casamento;
  • declaração de quitação das despesas emitida emitida pela administradora do condomínio ou síndico.

Ainda que sejam diversos os custos para comprar um apartamento, a Lei de Registros Públicos de nº 6.015/73 beneficia o comprador com até 50% de desconto no registro e na escritura, desde que seja a compra do primeiro apartamento, ou casa, do financiamento por meio do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), e o apartamento tenha limite máximo de valor de R$500 mil. Em casos de herança ou doação, o benefício é invalidado.
 

Mudança

Entre os custos para comprar um apartamento, muitos se esquecem dessa despesa. O valor pago na mudança pode ser bastante elevado, especialmente se o comprador do imóvel vier de outra cidade, ou possuir muita mobília.

O transporte de todos seus pertences dependerá de uma empresa especializada, portanto, esse não é um dos momentos de pensar somente em economia. Além do transporte, os custos para montagem, desmontagem e empacotamento também vão estar presentes. 

É possível tentar minimizar esse custo com a ajuda de familiares e amigos, realizando você mesmo mudança. Entretanto, muitas vezes esse serviço é um investimento muito bem feito, principalmente se o novo apartamento for em andares acima do térreo.

Você pôde perceber que a compra de um imóvel abrange diversas etapas, levando os custos para comprar um apartamento muito além do valor do financiamento. No entanto, com organização e planejamento financeiro, é possível passar facilmente por esse caminho. Basta seguir nossas dicas e se preparar para os valores acima.

Além dos custos presentes na compra do seu apartamento, você também precisa conhecer os gastos que terá após a mudança, principalmente se morar sozinho. Quer saber quais serão seus futuros gastos após a compra do imóvel? Então, baixe nosso e-book: Morar em apartamento: Conheça os principais custos!

O QUE VOCÊ ESTÁ ESPERANDO? FALE AGORA
COM UM CONSULTOR E SAIBA COMO FINANCIAR!

CERTIFICADOS DE QUALIDADE QUE A URBEN CONQUISTOU AO LONGO DOS ANOS:

Copyright ® Urben. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por DGBZ